Skip to Content

Análise

Rádio Digital no Brasil: a voz e a vez do ministro Gilberto Kassab

Abaixo o link para o artigo "Rádio Digital no Brasil: a voz e a vez do ministro Gilberto Kassab", de autoria do Dr. Thiago Novaes.

Fonte: https://pimentalab.milharal.org/2017/06/09/radio-digital-o-que-esta-em-j...

ABRADIG participa de evento sobre Rádio Digital organizado pela AMARC

Dois integrantes da ABRADIG (Associação Brasileira do Rádio Digital) participarão de um evento da AMARC (Associação Mundial de Rádios Comunitárias) sobre Rádio Digital em Olinda-PE. A programação já está disponível.

EBC retoma testes com rádio digital em Ondas Curtas

Foram retomados os testes com DRM em Ondas Curtas no Brasil pela EBC na frequência de 9.750 kHz (banda de 31m).

Após alguns estudos e desenvolvimento de equipamento pela ABRADIG (Associação Brasileira do Rádio Digital), testes foram retomados com objetivo de aferir o comportamento dos equipamentos, qualidade do sinal e estabilidade do sistema. Como os testes estão sendo realizados em baixa potência (150 W), não é esperada uma grande cobertura, no entanto o sinal já pode ser captado em Rezende - RJ por Francisco Braccini (foto) e em Maringá - PR por Paulino Kenji Sato.

A EBC está dando grande importância e apoio ao teste, que servirá para futura tomada de decisão em relação a digitalização do rádio no Brasil.

Novo receptor DRM baseado em Android é apresentado na HFCC

Um novo receptor DRM foi apresentado durante a HFCC (High Frequency Co-ordination Conference) essa semana em Miami. O PantronX Titus II roda Android e conta com uma cabeceira de RF de banda larga, recebendo sinais entre 100kHz a 2GHz, e suporta AM, SSB, FM e DRM nativamente.

O equipamento é baseado em tecnologia SDR e conta com um processador Quad-Core ARM A53 @ 1.2 GHz, 1GB de RAM e 8GB de memória Flash de armazenamento embutido, além de uma tela sensível ao toque TFT de 7 polegadas.

Mais informações disponíveis no material de divulgação que o DRM-Brasil recebeu.

Oque é o DRM

O QUE É DRM

Muitas vezes confundido com “Digital Rights Management”, DRM também
significa Digital Radio Mondiale.

É um processo de modulação, em que a informação é transportada pela
“portadora” de forma digital (uns e zeros) e não de forma analógica como o
AM e o FM. Como se fosse um MP3 transmitido por rádio.

Na modulação em AM , Amplitude Modulada, o áudio é combinado com a
portadora de forma a alterar a amplitude dessa portadora. Assim
teoricamente, nos intervalos entre os sons, essa portadora é “estreita” e

EBC requisita ao Ministério das Comunicações uma definição para o Rádio Digital Brasileiro

A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) protocolou neste mês um documento que pede ao Ministério das Comunicações a definição do padrão de rádio digital no país, ressaltando que deve ser dada urgência à definição do rádio digital para emissoras que operam em Ondas Curtas e Tropicais, visto que tais emissoras se beneficiarão enormente com o rádio digital. A Rádio Nacional da Amazônia, operada pela EBC, opera em duas frequências em Ondas Curtas (6180kHz e 11780kHz) e já demonstrou interesse em iniciar transmissões digitais.

O documento pode ser baixado aqui.

DRM-Brasil é contra possível decisão do GIRED que mate a interatividade na TV Digital

No dia 20 de janeiro de 2016 o grupo de implantação da TV Digital no Brasil, o GIRED, poderá aprovar mudanças que irão matar a TV Digital interativa no país.

O DRM-Brasil vem através desta publicação reforçar que é contrário a aprovação de qualquer medida que descumpra as normas do Sistema Brasileiro de TV Digital (SBTVD) e permita a distribuição de conversores de TV Digital que não contenham suporte a interatividade, provida através do middleware Ginga.

Boas vindas do DRM-Brasil ao novo Ministro das Comunicações, André Figueiredo!

É com grande alegria que a plataforma DRM-Brasil vê a indicação de André Figueiredo (PDT/CE) para o Ministério das Comunicações do Brasil.

Migração para do AM para o FM, a quem interessa?

A faixa de AM está compreendida entre 540 kHz e 1610 kHz, na faixa de Ondas Medias, e possui características de propagação muito interessantes, permitindo que uma emissora consiga transmitir seu sinal através de regiões com topografia acidentada, pois a emissão tende a acompanhar o perfil do terreno. No período noturno um sinal em OM é refletido pela ionosfera, permitindo que uma emissora possa ter alcance de centenas de quilômetros de raio.

O DRM em Ondas Médias se apresenta como a solução para emissoras que permanecerem em OM

Na Índia, um país com 1,2 bilhão de habitantes, as emissoras em Ondas Médias estão sendo revitalizadas, graças à opção do governo de adotar o sistema Digital Radio Mondiale.

Mais de 80% da população indiana já está coberta com sinal DRM em Ondas Médias, e até 2017 toda a população estará coberta. A qualidade do áudio DRM em OM é superior ao áudio de uma FM, além de proporcionar a manutenção do alcance superior que o uso da faixa de OM proporciona com relação à faixa onde estão as emissoras FM, que operam em VHF.

Essas emissoras indianas que estão abraçando o digital em OM operam no modo simulcast, ou seja, com o mesmo transmissor e sistema irradiante, o sinal analógico AM permanece inalterado, e o sinal DRM é posicionado em algum canal adjacente do sinal AM, mantendo assim toda a audiência que a emissora já tem em AM somada às novas audiências que possuem digital.

O custo para a digitalização de uma emissora OM é muitas vezes menor que a migração da mesma para o FM, que exige instalação de novos transmissores, sistema irradiante e pagamento da diferença do valor da outorga AM para FM.

A introdução do DRM em Ondas Médias provê uma evolução suave do analógico para o digital, sem troca da banda de operação da emissora.

O rádio digital DRM aponta para o futuro, permite multiprogramação, transmissão de conteúdo multimídia como imagens, textos e aplicações interativas Ginga, enquanto a adoção de um sistema analógico em 2015 aponta para o passado, para o retrógrado.

As emissoras que ficarem em Ondas Médias no Brasil terão, com o DRM, um excelente caminho para o futuro.

Divulgar conteúdo


X